terça-feira, 10 de Janeiro de 2012

Triturando... "We Found Love" por lovofbelieber

Decidimos, por sugestão alheia começar este "Triturando" com... We Found Love!

(e sim, isto é a "capa" da fanfic)

We Found Love é uma pérola do mundo das fanfictions que têm como elemento principal o nosso estimado Justin Bieber. Antes de mais há que salientar que nenhum de nós tem nada contra o rapazinho em questão [Mar: ele não tem culpa que os pais tenham escolhido o sexo errado!]. Mas adiante! [Pegada do sapo: Justin Bieber sucks, or, at least, is a GIRL!][Mar: Nota: Ok, a Ely é imparcial, pronto!]

Nota: O seguinte texto, bem como a apresentação do mesmo, é da exclusiva responsabilidade da autora. Nem a Mar nem a Ely e nem o anfíbio podem ser responsabilizadas por traumas mentais dos leitores deste… hum… conjunto de palavras.




We Found Love é escrita por uma fã que se auto-intitula lovofbelieber e cujo perfil, antes de mais nada, é preciso dissecar. Diz então a dita menina:

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

SOBRE MIM:
Meu nome é Nathália tenho 13 anos aninhos [Mar: note-se que ela tem anos e aninhos!... é diferente][Ely: São mais curtos, pah] de pura sedução [Mar: aka virgem][Ely: Mau… 13 “aninhos” de sedução? Pedobear in the house!] HAUSHUAHSHUAU'[Mar: nunca hei-de entender estas coisas][Ely: Está a ladrar. Busca, Bobby!]  Bom eu sou bem cool [Mar: se tu o dizes, quem sou eu…][Ely: Cool de fria?] kkkk' meus amigos dizem q eu sou bem engraçada,[Mar: Podes apostar que és!][Ely: Eu já ri horrores com a fanfic] concordo, tb sou bem modesta da pra perceber ne  kkkkkkkk' [Pegada do sapo: tipo, coaxas melhor k eu!], sou barraqueira, [Ely: Fazer peixeirada não é coisa para orgulhares, meu anjo] não suporto ouvir falar mal dos meus ídolos, falar mal deles perto de mim é pedir pra morre[Mar: o que é um morre?][Ely: Não vale a pena receberes pena de assassinato por isso, Nath, olha as prioridades!], já dei na cara de uma menina q falo q o Justin é gay,[Mar: Violência é sempre uma boa resposta. Anotem, se acham que JB é gay e levarem uma chapada na cara passam a achar que ele é garanhão] [Pegada do sapo: para ser gay tem que ser homem!] e eu não me importaria de bate de novo se vc falasse isso perto de mim então aconselho a não fazer isso :)))))[Ely: Ai o meu medinho] então é isso e ah, não gosto de jelena,[Mar: eu também não, principalmente a de morango!] e consequentemente NÃO gosto da selena e tb não a respeito a selena,[Mar: wait! Ela não gosta que digam mal do JB, mas diz mal da Selena, que também terá fãs como ela… não, não vou continuar a pensar nisto][Ely: Ela sabe que nunca terá hipóteses de namorar o seu ídolo e, por consequência, não gostar da sua namorada actual por ciumeira é… ridículo?] [Pegada do sapo: a Selena não tem fãs assim, pelo simples facto que são maioritariamente rapazes e só se preocupam com os atributos dela] eai vai me bater? [Mar: Hummm Nathália? Se ela for como tu, provavelmente sim!][Ely: Subscrevo!] 2 bj*.  [Mar: 2 beijos porquê?] [Pegada do sapo: um em cada boxeixa, claramente… tah?!]

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

É importante referir que o perfil da rapariga inclui também uma longa dissertação sobre a genialidade de Justin Bieber e Michael Jackson, mas optamos por não o apresentar na sua íntegra... porque não vale a pena a leitura. E era chato!

Mas passando aos dados da fanfic em si:

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Classificação: +18 [Pegada do sapo: tenho 13 anos aninhos, vou escrever para maiores de 18! Legítimo…][Mar: que foi? Ela tem 13 anos aninhos de pura sedução!!]
Categorias: Justin Bieber  [Ely: É uma categoria do caralho!][Mar: *olha para Ely* retiro o que disse em cima, a Ely NÃO é imparcial!]
Géneros: Aventura, Ação, Comédia, Drama [Ely: ênfase no “drama”][Mar: eu ia mais para a comédia]
Avisos: Violência, Álcool, Nudez, Sexo

Capítulos: 21 (20830 palavras) | Terminada: Não [Pegada do sapo: 21 capítulos, 20830 palavras e ainda não acabou?! Deus, que é que eu fiz de mal????][Mar: Cocas, tu és obviamente um pecador! Mas, de qualquer forma tenham medo!! Tenham muito medo!!]
Publicada: 25/12/2011 às 17:46 [Pegada do sapo: Mother of God, a data exacta em que o mundo devia ter acabado… este texto é o anti-cristo!]| Atualizada: 10/01/2012 às 10:54

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Notas da História:

~1ª Fic espero que gostem :) [Pegada do sapo: espera deitada][Mar: é a posição que ela prefere, pelos vistos…]
~Não é movido a reviews posto tds os dias a menos que haja um imprevisto, mas se sentir falta de reviews posso começar a cobrar a final é isso que me motiva a continuar escrever a fic [Ely: Não é movida a reviews, mas se não as houver não anda… Antítese?  Alguém?][Mar: *mão no ar* Oh wait…!]
~Justin não me pertence(infelizmente kk) [Ely: Felizmente para ele *kikikikiki*] mas sua personalidade sim.
~Tenho 13 anos faço o que posso. [Mar: coitadinha, pobre criatura do Senhor, faz o que pode e a mais não é obrigada!] [Pegada do sapo: it’s my party and I cry if I want to, CRYYYY IF I WANT TOOOOO!]

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

espero que gostem, [Mar: porque é que não me parece? Ahh, talvez porque engoliste a maiúscula] e se houver erros de portugues, IGNOREM! [Mar: porque é tão lindo ler uma fic cheia de erros. YAY! ] [Ely: Podemos começar logo por ignorar a falta do acento em “português”. Não perde tempo!] [Pegada do sapo: Hum… o teu pc não tem correcção automática?! Acho que me vou juntar a uns internautas para te mandar isso em Win-rar… ou então um vírus!] [Mar: voto no vírus!] BOA LEITURA! [Mar: BAZINGA!][Ely: Soft kitty, warm kitty… oh, wait!]

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Capítulo 1 - O Começo

P.O.V Thayala  [Mar: O que é uma Thayala?][Ely: o Google está indeciso entre um site de jogos e o nome de um twitter] [Pegada do sapo: WTF?]
–VOCÊ TEM NOÇÃO DO QUE VOCÊ ACABOU DE FAZER?-.[-] Gritou Mariana [Mar: Bonito nome] [Ely: Gosto do uso duplo da pontuação. Porque pontuar uma só vez é muito mainstream]comigo.
–Relaxa ai só fiz oque ele merecia-Falei dando de ombros. [Ely: A frase também merecia espaçamento]
–CLARO QUE ELE MERECIA MAS ELE É O MAIOR TRAFICANTE DO PAÍS O MAIS PERIGOSO UMA HORA DESSAS ELE BOTO OS TRAFICANTES DA GALÁXIA INTEIRA [Mar: os de Marte também! Pelos vistos ele controla Pigfarts!][Ely: O Draco não vai gostar disto] ATRAS DA GENTE MALDITA HORA QUE EU FUI NA SUA THAYALA! [Mar: Exercício 1: Gritar a frase, tal como está escrita. Quem chegar ao fim com fôlego ganha uma palmadinha nas costas][Ely: Esqueçam o gritar, eu não percebi porra do que foi dito. “Pontuação”, alguém ouviu falar?] -. Gritou , melhor BERROU comigo. [Mar: Alguém lhe explicou que gritar e berrar é a mesma coisa?][Ely: Mas o “BERROU” foi em caps e o “gritou” não. Tudo uma questão de ênfase]
–Você queria que eu fizesse o que, o garoto chega já vem me encoxando [*barulho de sapo*] eu falei não, ele começou a passar a mão na minha coxa e beijou meu pescoço, você sabe que eu só gosto de curtir eu ainda sou virgem [Mar: olha que giro, eu sou Balança!High5!] e eu já sabia onde aquilo iria da se eu não tivesse tacado a vodka na cabeça dele e chutado as bolas dele nessas horas ele estaria dentro de mim-.[-] Falei a ultima parte debochada.[Ely: Portanto, donzelas, caso queiram manter a vossa virgindade intacta, é atirar com uma garrafa de vodka na cabeça e com um joelho nos sacos do desgraçado que vos abordar]
–Ta ta que seja, eu não to agüentando mais esse cheiro puta que pariu agente [Pegada do sapo: boa, continua a insultar a tua mãe!!] tem que sair daqui, eu nunca me imaginei numa situação dessas, dentro da lata de lixo [Mar: apropriado, portanto] embaixo da ponte fugindo do Justin Bieber o maior traficante do pais e seus capagngas [Mar: Santinho!][Ely: Traficante? Não era um cantor? Tudo igual, essa gente, tem um pouco de fama e é logo para a droga, tsc, tsc], simplesmente magnífico era tudo o que eu queria como presente de natal.-Falou ela tirando a casca de banana da cabeça dela com nojo.[Ely: casca de banana na cabeça… E subitamente senti-me dentro de um anime tragicómico]
–Relaxa aproveita ai a vida hahahah, ainda é dia 23 nem é natal ainda Mariana não exagera, acho que já podemos sair-.[-] Falei levantando a tampa da lixeira, olhando pra um lado e depois para o outro,o que eu me arrependi amargamente logo em seguida.


P.O.V Justin
Estava estressado de cabeça quente, perdi um carregamento importante de drogas pro filho da puta do Jaden resolvi sair pra ve se eu esfriava a cabeça pegando alguma puta qualquer,fui pra boate mais movimentada da cidade la todo mundo me conhece bem, logo que eu chego da de sentir o medo das pessoas so de olhar pra mim, como eu gosto disso. [Mar: Uma frase, quatro linhas, conexão zero][Ely: deve ter sido para dar rapidez à coisa…] Pra cada menina que eu olhava tinha uma mais vadia que a outra que só faltava mostra o cú pra chamar minha atenção [Ely: não eram assim tão vadias, que aquelas poucas com quem já me cruzei não se inibiam com esse “só faltava”] mais [Ely: “mas”, filho, “mas”] uma me chamo a atenção ela tava dançando com uma outra vadia, com um copo de vodka na mão, cheguei nela ja encoxando [*Novo barulho de sapo* Mar: Cocas, estás por aí?][Prince Naveen: Croac!] [Pegada do sapo: ói?!], ela logo murmurou um "não" mas não dei importãncia e continuei encoxando dando um beijo no seu pescoço e subindo a mão por suas coxas [Ely: porque “não” sempre é um “não pare!”] ate que eu senti um liquido caindo na minha cabeça e logo uma batida e uma dor enorme no meu pau, [Ely: Vou explicar: quando se acerta no *resiste à tentação de usar um vegetal metafórico* pénis de um desgraçado, não é apenas o dito cujo que dói. A sensação desagradável alastra pelos nervos, daí ser uma “arma” tão eficaz] tudo aconteceu muito rapido quando eu me dei conta do que estava acontecendo a vadia ja tinha fugido junto com a outra vadia que estava com ela, a filha da puta tinha jogado a vodka que ela estava tomando em mim [Ely: filha da puta mesmo, DESPERDÍCIO DE VODKA!][Pegada do sapo: esta vadia, aparentemente, só gosta de vadiar com gajas… hum… compreendo porque é que isso o cativou!] e chutado as minhas bolas, mas isso não iria ficar assim, chamei todos os meus capangas e mandei meio mundo atras delas eu iria mostra para aquela vadia com quem ela estava se metendo, vasculharam por toda a cidade, tava passando de baixo da ponte que tem não muito longe da boate em que estavamos e ouvi um barulho vindo da lata de lixo me aproximei ja puxando o gatilho da arma [Ely: é um gato, Justin, é um gato] quando de repente surge uma cabeça dali de dentro, [Ely: Afinal é um corpo! Porra, chamem o CSI!] [Pegada do sapo: será o meu amiguinho Óscar da rua Sésamo?!] era uma menina [Pegada do sapo: Graças a Deus! Não estragaram a minha infância!] ela olho pro lado e depois olhou pro outro nossos olhos se encontraram [*musiquinha romântica de fundo*Baby, Baby, Baby… autch*], era a vadia que eu estava procurando, logo vi ela ficando pálida fitando a arma em mimha mao, dei um sorriso sinico, me aproximei ela permaneceu imovel, escutei uma movimentação vindo da lata de lixo e aparece a cabeça da outra vadia saindo de lá que logo quando me viu estremeceu. [Mar: Alguém devia ensinar a esta rapariga que os pontos finais EXISTEM. E os acentos também.][Ely: E já agora o conceito de um dicionário… Ou o corrector do Word, PELO MENOS o corrector do Word]
–Nao ouse se mexer ou tentar escapar que vai ser pior pra vocês escutaram?-. Falei friamente, as duas assentiram balançando a cabeça ainda em choque.
–Qual o nome das duas vadias ?-. Perguntei debochado.
– Vadia [Mar: olha para o dicionário cerebral de sinónimos: Vadia – cabra, vaca, p*ta, vagabunda…],  é a sua mãe , idiota!-. Gritou a vadia [Mar: Mas a sra. Autora não tem dicionário de sinónimos] que me tacou vodka na cabeça e me deu o chute.
–Como é que é? Ta querendo morre é vadia?-.[Mar: Novamente desconheço o que seja um morre]  Falei dando um tapa na cara dela. Vi o rosto dela fica vermelho [Mar: obviamente, por causa da estalada] de raiva. [Mar: poisss -.-]
–Thayala-. Respondeu ela secamente. [Mar: Aaah então Thayala é o nome da criatura. Coitadinha, com um nome desses tinha de ter trauma][Ely: Raios, eu estava a apostar do site jogos]
– E o seu?-. Perguntei pra outra.
–Mariana , por favor não me mata eu não te fiz nada foi tudo culpa dela! [Mar: E quem diz a verdade não merece castigo.][Ely: “Epah, está aqui este gajo psicopata, traficante e perigoso a perguntar-me o nome, o que pode dar asneirada a curto, médio e longo prazo… Vou dizer-lho! Inventar para quê?”] -. Falou ela quase chorando. Thayala olhou ela perplexa.[Ely: pronto, Thay, pronto… Eu também conheço a sensação de ser traída por amigas. Queixo erguido!]
–Ah agora é tudo culpa minha né? Quem foi que quis vir pra essa boate em? Nada disso teria acontecido se não tivessimos vindo pra essa boate!- Gritou Thayala [Mar: Definitivamente alguém precisa de estudar os verbos. E de voltar para a quarta classe.][Ely: E googlar “livre arbítrio”] [Pegada do sapo: então a vadia que se intitula virgem é que foi a desencaminhadora… ok, acredito mesmo que seja virgem… humpf!] [Mar: eu disse!]
–Nada disso teria acontecido se você não tivesse feito o que fez!-. Rebateu Mariana, aquilo estava me deixando nervoso elas estavam discutindo como se eu não estivesse ali, quando eu ia fala alguma coisa Thayala me interrompeu:
–Nada disso teria acontecido se o idiota do Bieber não tivesse feito o que ELE FEZ!-Gritou [Pegada do sapo: OU BERROU?] a ultima parte Thayala, foi ai que ela virou pro lado e olhou nos meus olhos e se deu conta do que falou e estremeceu, me deu uma raiva ja estava na hora de acaba com isso.
–Você -falei apontando pra tal de Mariana- pode ir embora e se ousa fala pra alguem que eu estive com ela aqui [Mar: “eu vou atrás de ti e levo-te a dançar a lambada comigo”?] - falei apontando pra vadia da vodka e do chute- morre [Mar: Claro! Bieber errado][Ely: Um pouquinho exagerado, convenhamos].-Falei ríspido assustadoramente [Ely: algo está podre no reino da Dinamarca… Ah, sim, seria “assustadoramente ríspido”], a vadia assentiu mais do que depressa e saiu correndo.
– E você, bom eu vou te da [Mar: “um par de estalos e depois vou deixar-te fugir para uma zona rural da china e a fic acabou”? Esperança…] uma lição que você nunca mais vai esquecer [Mar: Porra! É oficial. Vou colocar o cartaz de “Perigo! Cenas de sexo mal escrito por pitas de 13 anos” ali na porta]-. Falei ouxando [Mar: Verbo Ouxar! A mais recente aquisição gramatical da Língua Portuguesa!] [Pegada do sapo: outra vez a imitar-me?!] ela pelo braço e tirando ela da lata de lixo.[Ely: ainda não tinha ouvido falar do fetiche por pessoas a cheirarem a caixote de lixo… E eu leio yaoi!] [Pegada do sapo: deixa ficar lá... isto tudo, por favor!!!]
–Entra no carro - Falei secamente levando ela em direção a minha ranger rover.
– Aonde agente vai?- Ela perguntou receiosa e com medo.
–entra no carro-. Falei pausadamente [Mar: Um knut para a primeira pessoa que me explicar como se diz isto pausadamente][Ely: “en.tra.no.ca.rro”][Mar: Merlin te pague que eu não tenho trocos!] e friamente oque feiz [Pegada do sapo: quê? Foi ao Froiz?]com que ela entrasse mais do que depressa, o caminha [Pegada do sapo: com 13 anos aninhos era onde devias de estar em vez de escrever estas barbaridades!] inteiro ate a minha casa foi em silencio, eu olhava para ela de canto e não podia nega [Mar: Autora, anota esta: Infinitivo! Googla lá! Aaaah, pois…], a vadia era gostosa pra caralho, eu não vou desperdiçar uma carne dessa matando, não sem antes provar. Entrei em casa segurando ela firmemente pelo braço [Mar: é agora!!!!] levei ela pro meu escritorio e quando ia começa o meu joguinho [Mar: Prepara-te ELY!! FECHA OS OLHOS COM FORÇA!!][Ely: Oi? Como? Quando?] minha mãe começo a gritar me chamando, [Mar: Ouço o som de anjos a cantar… tão lindo… Talvez a humanidade ainda possa ser salva.][Ely: Sempre as mães, caralho, o rapaz não pode atender às suas necessidades… Oh wait, era uma violação, não o redtube. Bendita mulher!]  amarrei a vadia na minha cadeira [Mar: Com cordas imaginárias e toda a cooperação do mundo, com certeza.][Ely: Elas sempre cooperam] e corri pra ve o que estava acontecendo.
– O que foi mãe?-. Falei chegando perto dela preocupado quando vi ela chorando com o telefone caido no chão.
–Jus-justin lembra aquela minha amiga que estava com câncer e estava quase morrendo que eu te falei a pouco tempo a-atr-ras?-. Falou ela gaguejando um pouco.[Ely: começou agora o ponto baix…alto do novo dramalhão mexicano… Actualmente conhecido por Anatomia de Grey crossover Bieber]
–lembro mãe porque? [Mar: Maiúsculas, correcção de erros, pontuação… Qual a necessidade afinal?][Ely: Nenhuma, naturalmente. O Saramago safou-se bem]
–Ela morreu! E deixou a guarda da filha dela sobre minha responsabilidade e eu não faço ideia de onde a menina esta! Só sei que o nome, e a ultima vez que eu vi ela, ela tinha 13 anos, hoje ela tem 16 [Mar: 1 facepalm para quem adivinhar quem é a miúda misteriosa][Ely: Orfã? É a Heidi! A Annie! O Harry Potter! Oh, wait…] [Pegada do sapo: Oliver Twist não por favor!!!] -. Falou ela passando por mim indo  [Mar: A minha amiga acabou de morrer e a filha dela desapareceu, logo eu vou *completar a frase*.] em direção ao meu escritório tentei impedir ela de entra mas foi em vão.
– OH MEU DEUS ! Oque ela esta fazendo aqui?-. Falou minha mãe em choque.
– Essa vadia mexeu comigo e agora vai ter o que merece.
–Pera ai eu conheço esses olhos [Mar: Pois claro que conhece! Eu reconheceria um filho da Ely pelo dedo mindinho, não é Ely?][Ely: Mais pela textura da pele, cara Mar]- Falou minha mão [Mar: Expoente máximo de criatividade desta fic: A MÃO FALANTE!][Ely: Uma vez que já há quem tenha relações sérias e românticas com a sua mão, ter esta a falar é perfeitamente legítimo] olhando no fundo dos olhos dela e se aproximando dela.
–Qual é o seu nome?-Perguntou minha mãe.
–Tha-ayala-. falou a vadia gaguejando um pouco. [Pegada do sapo: Plot-hole – se ela conseguia falar, porque é que não começou a gritar quando foi amarrada a uma cadeira?! Oh, wait… claramente que ela estava a ponderar perder a sua “virgindade”]
– OH MEU DEUS EU NÃO ACREDITO! O NOME DA SUA MÃE É SIMONE?-. Perguntou minha mãe praticamente gritando [Pegada do sapo: OU BERRANDO?] e eu ja não estava entendendo mais nada. [Mar: Nota mental: Bieber é burro!][Ely:Tã tã tã tããããnnn…!]
–Si-im-. Falou Thayala gaguejando novamente e surpresa.
–MEU DEUS! JUSTIN SOLTA ELA AGORA E VOCÊ NÃO VAI FAZER NADA COM ELA, É ELA , ELA É A FILHA DA MINHA AMIGA QUE ESTA SOB MINHA RESPONSABILIDADE AGORA! [Mar: YAY! Acabo de ganhar um facepalm!][Ely: Resumindo: a mãe morre de cancro, então Thaylah… Thayail… THAY decide que ir para uma discoteca beber e dançar é um luto de valor… E a senhora Bieber considera errado que o filho amarre, viole e possivelmente mate uma jovenzita APENAS porque ela é da sua responsabilidade? Avé, valores éticos, legais e morais]
–O QUE MAS-Fui interrompido.
–NADA DEMAIS JUSTIN DREW [Pegada do sapo: isto comprova a minha teoria que ele é gaja!] BIEBER! [Mar: Nada de mais e nada de menos, deve haver equilíbrio em tudo, eu concordo] Eu não quero que você toque em um fio de cabelo dela se for ra [Pegada do sapo: o que é que as rãs têm a ver com o assunto?] fazer mal escutou bem? [Mar: Mas para fazer bem podes… em todos os sentidos, aparentemente] -Falou ela me olhando friamente, [Mar: Mama Bieber is not happy!]  ela era o meu unico medo a unica pessoa que eu mais temia foi com ela que eu aprendi a ser assim frio, calculista e estou onde estou hoje por conta dela.[Mar: Justin Bieber, o traficante mais “dumaaaaaaaauuuu” do país, raptor, violador e assassino em geral, tem… medo da mamã.][Ely: Mamma issues. Typical]
–ARG EU NÃO ACREDITO ESSA FILHA DA P-Fui interrompido novamente.
–Tome cuidado com o que você vai falar Drew, eu estou te avisando Justin [Ely: Afinal é Drew ou é Justin?] e você querida pode indo pro quarto de hospedes, é o proximo quarto a direita [Ely: antes de ela ir seja onde for, convém que a desamarrem, digo eu] e sinto muito pelo oque aconteceu com a sua mãe ontem, ela era muito minha amiga meus pezames! [Mar: Ok, deixem-me ver se percebo. A mãe morreu e ela foi curtir a morte da mãe na vodka com a amiga. A dois dias do Natal. Seems legit.][Ely: Told you] Ela deixou você sobre minha responsabilidade [Ely: “sobre”, por cima da responsabilidade dela, portanto] ou seja sua guarda agora é minha e você vai morar aqui, não se preocupe com a suas roupas e etc, eu mando o motorista ir pegar daqui a pouco mesmo estarao tudo aqui!-. [Ely: aproveito para informar que os verbos com “tudo” são conjugados no singular]
–Ah brigada, ok-. Falou ela surpresa agradeçendo a minha mae passando por mim pra ir em direção ao quarto de hospedes e dando um sorrisinho debochado, to vendo que os dias daqui em diante não serão mais como os mesmos, e se amanha ela acordar debaixo d'agua, pode ter certeza que a culpa não foi minha. Mentira. Claro que iria ser culpa minha. [Ely: Boa sorte a tirar uma lady da cama e a arrastá-la até à banheira sem que ela acorde] [Pegada do sapo: claramente que é um prazer para ela começar a viver na casa do rapaz (rapariga, na minha opinião) que a queria violar…] Fui para o meu quarto bufando [Ely: porque ele é um “gateeenho” e gatos bufam] [Pegada do sapo: ehhhh touro lindoooo! Aposto que a pata dele também estava continuamente a raspar no chão! É um clássico!] e fui dormir.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Notas finais do capítulo:

Bom eu já estou com mais 2 capítulos prontos [Pegada do sapo: nãaaaaaaoooooooooooo!] e tals, só estpu esperando reviews desse primeiro cap [Mar: pela minha podes esperar sentadinha][Ely: Não sei, não sei… Sabes que eu fico sempre tentada!] pra ve oque vcs, devo continuar ou apagar??[Mar: APAGA, APAGA, APAGA][Ely: QUEIMA, QUEIMA, QUEIMA! *por falar nisso, já há programa? *] vocês é quem sabem! [Mar: Ah, pois sei sei!] aceito sugestões e ideias para o próximo capitulo ok??[Ely: mas o próximo já não estava escrito?]  beeijos e até amanha ou mais tarde hehe :) [Pegada do sapo: até nunca?! Pretty please!!][Mar:*olhinhos do gato das botas*]

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Isto CONTINUA!... SIM, CONTINUA!... Por isso não percam o próximo episódio porque nós… Nós bem que queríamos, mas não vamos poder!

MUAHAHAHAHAAHAHA, THE DARK LORD IS RISING!!!



2 comentários:

  1. *olha em redor* Sou realmente a primeira a comentar, ou vocês têm a necessidade de aprovação ligada? Anyway...

    As boas notícias são que quase parti uma costela. As más notícias são que esta coisa existe. (Notei que não colocaram link para a fic. Não sei se foi intencional, mas achei que valia a pena mencionar.) Também, se vão fazer todos os vinte e um capítulos, era boa ideia colocarem cortes nos capítulos, para a página inicial não se tornar uma muralha de texto.

    Partes favoritas:
    [Ely: Soft kitty, warm kitty… oh, wait!] ...Bwah!
    [Ely: Vou explicar: quando se acerta no *resiste à tentação de usar um vegetal metafórico* pénis de um desgraçado, não é apenas o dito cujo que dói. A sensação desagradável alastra pelos nervos, daí ser uma “arma” tão eficaz] De algum modo, esperava que fosse ser o único rapaz do grupo a sair-se com esta...oh, well.
    [Mar: Com cordas imaginárias e toda a cooperação do mundo, com certeza.] Diz-lhe como é!
    [Mar: Porra! É oficial. Vou colocar o cartaz de “Perigo! Cenas de sexo mal escrito por pitas de 13 anos” ali na porta] *shakes head*
    [Pegada do sapo: esta vadia, aparentemente, só gosta de vadiar com gajas… hum… compreendo porque é que isso o cativou!] Sua criatura desgarrada, tu ;)

    Única coisa que vou ter de reclamar é que vocês são inconsistentes em se começam um dos vossos comentários com maiúscula ou minúscula. À parte disso, bom trabalho, e não vos invejo. Quando chegarem a, oh, sei lá, um terço da história, estarão ou fartos ou doidos de todo. Falo por experiência.

    ResponderEliminar
  2. Hey!

    Senti-me na obrigação de comentar, já que fui eu que "recomendei" esta merda à Mar, por isso aqui vai o meu comentário:

    *facepalm*

    *facechair*

    *facewall*

    Okay. Eu já tinha lido esta m**** uma vez, e ler uma segunda vez só me fez ter flashbacks nada agradáveis. E oh, eu vou comentar aquela fic, ai se vou... *riso maléfico* Guerra internáutica! ^^

    A Thaycoisa (ALERTA MARY SUE!!! FUJAM PARA AS MONTANHAS!!! - BERROU Bella) é parecida com a Megan Fox? Porque será que nehuma dessas MARY SUES é parecida com a Dolores Umbridge? --'

    E, bom, chegando finalmente à parte que interessa, a trituração está boa, e os únicos erros que tenho a apontar são que, como a Moggo disse, "vocês são inconsistentes em se começam um dos vossos comentários com maiúscula ou minúscula" (e não, eu não me "lembrei" disso ao ver o comentário dela), e que fazem os comentários entre parêntesis quadrados (não sei como se chama isso em português) e no meio do texto, e apesar de estarem em Bold, fica um pouco confuso.

    Mas é um bom trabalho, e eu sei que não faria melhor. E fez-me rir. XD Tipo... MUITO.

    Só vos culpo de uma coisa: por causa de vocês vou ter de fazer os trablhos de francês na cama!

    E... MUAHAHAHAHAAHAHA, THE DARK LORD IS RISING!!!

    Bella

    ResponderEliminar